LEMBRANÇAS, AHHH COMO É BOM LEMBRAR E SORRIR

Impressionante como agente voa quando lembramos dos tempos de moleque (epoca do MegaDrive, heheheh), quando soltavamos bombinhas por ai, jogavamos bola a qualquer hora do dia, andavamos de patins e principalmente, no meu caso é claro, quando começamos a descobrir a música, a desfrutar do dom vindo de Deus que tempera a vida nos diversos tons e harmonias.

Feliz o homem que se recorda da infância e pode sorrir na certeza de que viveu momentos felizes e inesquecíveis.

Saí agora pouco da casa de dois irmãos e amigos meus desde de pequeno, que me levaram a lembrar de toda minha infância, de amigos que não se afastam de jeito nenhum. A amizade por si só faz de momentos bobos, verdadeiros momentos inesquecíveis, dando aquela saudade que até dá vontade de chorar de saudade, de voltar pra reviver só mais um pouquinho.

É claro que se ficarmos apenas lembrando do passado não conseguiremos viver o hoje... mas que é bom lembrar é né... ahhhh aquela minha turma era show de bola...

Bem, o tempo passa, os amigos crescem, nem todos se veem sempre, mas o carinho com estes que ficam na nossa historia continua, assim vamos caminhando e colecionando lembranças pra poder lembrar e rirmos delas um dia heheheheh... puxa acho que estou ficando velho heheheh

E pra fecharrrrrrrrr....... muuuuusica !!! :0)
Somzaaaaaaço da minha epoca de moleque.
Magia Alguma com Oficina G3 (nova versão acustica)... é clicar e curtir...


Fiquem com Deus
NANDO

3 comentários:

Pri disse...

Pensa numa pessoa que tá ficando velha......heheheheh

Megadrive....tá certo então......hauhahahau Isso não da minha época não, viuuuuu.....

Eh fiote o importante é que vc lembra de coisas boas, de coisas que vc fez que talvez tenha mudado a vida desses seus amigos, sem que vc tenha percebido..... e essa é umas das missões que Deus nos confia.... fazer história na vida do irmão.....

Fica com Deus...

InTé......

giandoso disse...

Pensa em uma pessoa que ficou atordoada com essa visita!!!
rsrsrs

Bom demais... bom ter amigos, quemesmo longe, nunca se separam!!
te amo

Mi

Nelson disse...

Vila... segue um pensamento que compartilho.
Nunca teríamos conhecido o amor de Cristo em todas as suas alturas e profundidades, se Ele não tivesse morrido; nem poderíamos supor a profunda afeição do Pai, se Ele não nos tivesse dado seu Filho para morrer. As misericórdias comuns que desfrutamos, todas cantam o amor, exatamente como a concha do mar, quando a levamos aos nossos ouvidos, sussurra os sons do mar profundo de onde ela veio; porém, se desejamos ouvir o próprio oceano, não devemos olhar para as bênçãos de cada dia, mas para as alianças da crucificação. Aquele que quer conhecer o amor, que se volte para o Calvário e veja o Varão de dores morrer.

A Ele a Glória (I Cor 15:21 ~ 28)
www.preciosasemente.com.br
Nelson